O Planeta dos Macacos

o-planeta-dos-macacos

Apesar do spoiler na capa das edições modernas para home video, foi com muito entusiasmo que assisti pela primeira vez a este clássico da ficção científica, lá pelos meus 15 anos, alugando um box com todos os filmes da franquia. As sequências eu acabei nunca assistindo, não sei por qual motivo, mas o fato é que o primeiro filme me bastava, ele era auto-suficiente, e levando em consideração esta minha mais recente revisão da película, permanece sendo.

Estrelado por Charlton Heston, que ainda colhia os louros da época em que estrelou alguns dos épicos mais marcantes do final dos anos 50, O Planeta dos Macacos é uma obra essencial, e nem mesmo a bomba dirigida por Tim Burton três décadas mais tarde é capaz de arranhar o brilhantismo do filme que deu origem a tudo.

Para as pobres almas que ainda não sabem do que se trata, filme conta a história de um grupo de astronautas que faz um pouso forçado em um planeta desconhecido, e à medida em que o exploram, descobrem uma tribo de humanos vivendo na selva e uma civilização de macacos inteligentes que é a raça dominante do lugar.

À medida que o filme se aproxima do fim e as evidências começam a ser cada vez mais escancaradamente jogadas em nossa cara, temos a impressão que já sabemos o que vai acontecer, mas quando CERTO OBJETO (olha só, eu tentando evitar spoilers de um filme de 45 anos) aparece em cena, o frio na espinha é a única forma que seu corpo tem de dizer que este filme, senhoras e senhores, é um puta filme.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: