Drácula de Bram Stoker

dracula-de-bram-stokerEsse filme eu já vi há tanto tempo que cheguei a pensar em nem escrever sobre ele, mas resolvi deixar registradas aqui minhas impressões sobre o mesmo, apesar da memória já ter se encarregado de apagar muitas das minhas lembranças sobre ele.

Estrelado pelo sempre ótimo Gary Oldman no papel de Drácula, e com o elenco completo pela bela Winona Ryder, o insosso Keanu Reeves e Anthony Hopkins, como Van Helsing, Drácula de Bram Stoker é um filme muito semelhante ao Frankenstein dirigido por Kenneth Branagh, pois evoca o cinema clássico da Hollywood dos anos 30 e 40 em suas técnicas e interpretações além da óbvia semelhança de serem baseados em duas das maiores obras da literatura britânica do século XIX.

Dirigido por Francis Ford Coppola, o filme venceu três Oscars em categorias técnicas (Maquiagem, Figurino e Edição de Efeitos Sonoros), e tem seus momentos também nas boas atuações, com exceção de Reeves.

Comparado com Nosferatu, de Herzog (1979), que é basicamente a mesma história, acho o filme do alemão mais sombrio, e o vilão mais ameaçador, enquanto o Drácula interpretado por Oldman é mais sedutor e de ameaças mais implícitas. Não li o livro de Bram Stoker para saber qual dos dois filmes se aproxima mais da obra original, mas esta adaptação de Coppola tem minha preferência.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: