Another Earth

Não sei como a Sarah encontrou este filme, mas foi uma ótima surpresa. O filme tem uma breve semelhança com Melancolia, de Lars von Trier, no que diz respeito a existência de outro planeta e sua proximidade com a Terra, mas aqui, pelo que entendi, não havia o risco de colisão entre os planetas, ou pelo menos a humanidade estava bem tranquila com relação a isso.

A semelhança pára por aí. Terra 2, como é chamado o novo planeta, é o exato espelho do nosso planeta Terra, e sempre existiu oculto de alguma forma, mas teoricamente, quando o anonimato dos planetas é mutuamente quebrado, os acontecimentos de ambos passam a ser independentes.

O filme começa com Rhoda, uma jovem, inteligente e bonita estudante do MIT, causando um acidente automobilístico ao se distrair olhando para o planeta que aparecia pela primeira vez no céu. O acidente matou mãe e filho, e deixou o pai em coma. Rhoda acabou presa, e liberada anos depois numa condicional, ocupando um emprego de faxineira num colégio da cidade. Numa tentativa de se desculpar com o homem de quem roubara a família na tragédia, Rhoda acaba perdendo a coragem e, ocultando sua identidade, começa a fazer faxina na casa do homem.

Another Earth, que ainda não saiu no Brasil, e provavelmente nunca sairá (torrent liberado sem peso na consciência, portanto), trata da relação entre os dois, e a presença do outro planeta funciona mais como uma fonte de esperança para os personagens do que como um elemento fantástico da trama.

Vale a pena conferir.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 pensamentos sobre “Another Earth

  1. Michelle 10/01/2012 às 12:43 Reply

    Você pode ouvir a música do filme Outro Terra (viu a cena musical) no site do compositor: http://www.scottmunsonmusic.com/news/music-in-film-another-earth-soundtrack/

  2. Warlen Siqueira 13/08/2012 às 04:40 Reply

    Ao meu ver o drama sofrido por Rhoda não foi um drama forçado, daqueles do tipo que seus olhos não têm outra alternativa a não ser pelo menos ficarem marejados, mesmo apesar da personagem ter entrado em depressão e por isso passado por situações difíceis.

    Acho que tentaram fugir de algum clichê e incutiram alguns elementos de ficção científica, que por boa parte do filme faz com que atice a imaginação de quem o assiste. Porém no final, ao meu ver, acaba sendo um ponto negativo porque quando o mais esperado acontece (de uma forma repentina diga-se de passagem) o que se vê são os créditos subindo.

    Contudo, a evolução das cenas é agradável, são poucos personagens e nenhum é antipático. Para mim é um bom filme mas que não deve ser visto como sendo sci-fi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: