The Walking Dead (2ª temporada – parte 1)

Lá vamos nós para aquele intervalo inexplicável no meio de uma das únicas séries que você resolve acompanhar. Acho essa tática meio canalha, vocês não? Deixa a criança comer o doce só pra tomá-lo de volta momentos depois… isso não é algo que Jesus faria.

Enfim, a primeira temporada foi legalzinha, teve bastante tensão e a perspectiva de chegar a um lugar onde possivelmente se encontrava a solução de todos os problemas dava alguma motivação aos personagens. Com a decepção que eles tiveram ao chegar àquele laboratório, um novo objetivo seria necessário para fazer com que eles prosseguissem para algum outro local.

Só que aí uma menininha se perde na floresta e temos 07 (SETE) episódios centrados nisso. Eu espero não ser o único a pensar dessa forma, mas esta primeira metade da segunda temporada foi mais arrastada que aquela errante que apareceu no início do primeiro episódio.

Ao encontrarem um local para se estabelecer enquanto procuram pela desaparecida, os errantes (ou zumbis, no linguajar comum) passam a ser uma parte desprezível da trama, representando pouco ou nenhum perigo. Os raros momentos de ataques dos errantes são patéticos: descer o japonês até o fundo de um poço para “resgatar um errante que havia caído lá dentro? Inventar um acidente com o cavalo para que o redneck, por um momento, deixasse de ser tão fodão? Fazer com que um errante surgisse do nada dentro de uma farmácia para atacar um dos personagens? Sobre essa última, limito-me a dizer: SON, I AM DISAPPOINT. Todos os errantes mostrados até então tinham o mesmo comportamento: caminhavam de um lado para o outro grunhindo. Mas um errante bastardo estava escondido, em silêncio, só esperando alguém mexer naquela exata prateleira para dar o bote. Eu não vou nem perguntar se alguém concorda, porque nesse caso eu estou certo.

Resumindo, é melhor que os próximos episódios sejam menos cretinos.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , , ,

Um pensamento sobre “The Walking Dead (2ª temporada – parte 1)

  1. […] (Meu comentário sobre a primeira parte da segunda temporada pode ser lido AQUI.) […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: