Deixe Ela Entrar

Ontem percebi o tamanho do erro que cometi ao não dar atenção a este impressionante filme sueco, que já tem um remake americano, certamente feito com intenção de pegar carona na hype de Crepúsculo. Fiquei maravilhado pelo filme após assisti-lo ontem, mas lendo comentários sobre ele hoje foi onde me dei conta da densidade da história.

Contando a história de amor entre um menino que sofre com colegas bullies na escola e uma menina vampira, ao ser analisado superficialmente nos leva a imaginar que é somente disso que o filme trata, mas um olhar mais atento pode revelar muitos detalhes que enriquecem a narrativa. Não vou revelar esses detalhes aqui, mas para quem já viu o filme, recomendo a leitura da crítica do Pablo Villaça e a leitura do tópico no fórum do site Cinema em Cena, que ainda revela uma interpretação diferente do filme, onde Eli, a menina vampira, é apenas um reflexo da psicopatia que começa a aflorar em Oskar em sua infância.

Recomendo demais o filme.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: