Pi

Já faz uns meses que vimos este que é o primeiro filme de Darren Aronofsky, e infelizmente muitos detalhes da trama eu já não me recordo, mas trata-se da história de um matemático que acredita que todos os acontecimentos e fenômenos podem ser explicados pela matemática, até que descobre um número de 216 algarismos após seu computador quebrar tentando decifrar o comportamento da bolsa de valores. Atormentado constantemente por dores de cabeça fortíssimas e dando indícios de paranóia e esquizofrenia, o matemático Max vê outras pessoas tendo interesse em seu estudo, como agentes de uma empresa e um matemático judeu que busca interpretar o Torá através da matemática.

Pi é um filme complicado, fiquei sem entender algumas partes, talvez por ignorância na matemática ou na cultura hebraica, mas é muito interessante, e um ótimo cartão de visitas do diretor que, anos mais tarde, seria considerado um dos melhores diretores da atualidade por trabalhos como Réquiem para um Sonho e Cisne Negro. O filme é em preto e branco, com a imagem granulada, o que talvez não fosse a escolha do diretor se ele dispusesse de um orçamento mais generoso, mas caiu bem à obra pois aumenta a sensação de desconforto, como se tomássemos as dores e paranóias do personagem principal.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , ,

Um pensamento sobre “Pi

  1. […] de sua estreia com Pi, Darren Aronofsky lançou o filme que o situou entre os diretores mais promissores desta época, um […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: