O Lobisomem

Ambientado na Inglaterra vitoriana, o filme já começa errado ao contratar um ator latino-americano para o papel de um aristocrata inglês. Não só as características físicas claramente o distanciam do perfil do protagonista como a barreira linguística também evidencia a má escolha. Se até atores americanos normalmente são preteridos de papéis de personagens ingleses por não imitarem convincentemente aquele sotaque, o que levou os produtores a crerem que um porto-riquenho teria melhor sorte?

Se esse fosse o único dos pontos negativos do filme, seria perfeitamente compreensível, ainda mais para nós, brasileiros, acostumados a atores paulistas e cariocas simularem sotaques de todas as regiões do Brasil em filmes e novelas, geralmente resultando em algo artificial, caricatural e estereotipado. Adaptado da obra original, dos anos 40, o filme parece não se preocupar muito com a introdução da história e desenvolvimento dos personagens, pois o que vemos nos primeiros minutos é apenas um amontoado de cenas atropelando umas as outras, como se aquilo não importasse e o espectador quisesse, mesmo, só ver o tal do lobisomem (o que acaba se revelando uma decepção).

O elenco de apoio também não ajuda muito, Emily Blunt é sem graça, e Anthony Hopkins, como sempre, atua no piloto automático. O já mencionado Del Toro, apesar de ótimo ator, não serve para o papel, e nem Hugo Weaving consegue tirar leite da pedra unidimensional que é seu personagem.

Um filme lastimável, por mais que seja bom ver um lobisomem que não seja o Taylor Lautner.

(IMDb)

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: