Clube da Luta

Existem duas formas de assistir Clube da Luta: a primeira e as demais. Na primeira vez que você assiste a este filme, você reage com surpresa e curiosidade a cada cena, tentando entender melhor tudo o que está se passando até que, no terceiro ato, ocorre um combo de revelações bombásticas que levam ao clímax do filme. A partir da segunda vez que você assiste, o clímax está em cada pequeno momento de interação entre o “Narrador” (Edward Norton, referido desta maneira nos créditos por motivos óbvios, para quem já viu o filme) e Tyler Durden (Brad Pitt), onde o objetivo deixa de ser a compreensão do filme, como um todo, para focar na investigação do personagem, e na sequência de ocorrências que o levam ao seu estado no final do filme.

Trata-se de um clássico de seu tempo, um filme que não parece datado, mesmo 12 anos depois de seu lançamento. Assisti-o pela enésima vez neste ultimo domingo, e a cada escroteada que o “Narrador” dava na Marla (Helena Bonham Carter) eu prestava atençao na sua reaçao, sempre incredula, achando-o ou um louco, ou um belo filho da puta.

Infelizmente, a primeira vez você só pode assistir uma vez. Depois disso, precisamos nos contentar em ter a mesma experiência para sempre.

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: