A Antropóloga

Na minha adolescência, metaleiro que era, existia um pensamento comum de apoio à cena local, de apoio a bandas de menor expressão e essas coisas. Por mais que a banda fosse uma merda, o que custava pagar 5 reais pra ir num showzinho, beber umas, encontrar a “raça” e ouvir música ruim? Era até divertido, e as vezes até aparecia uma ou outra banda melhor (isso era raro).

Foi essa a sensação que tive ao ir ao cinema assistir A Antropóloga, filme local, manezinho, underground, essas coisas. E não dá pra dizer que se trata de um filme ruim. Pode não ser bom, mas seria injusto dizer que é ruim.

O filme fala de uma antropóloga dos Açores que está fazendo um estudo da influência da cultura açoriana em diversos locais do mundo, o que inclui esta ilha da magia. O início do filme é realmente muito bom, com um tom “semi-documentário”, misturando a ficção com entrevistas com moradores da comunidade da Costa da Lagoa sobre os costumes das curandeiras e essas crenças em bruxaria, coisetal.

A contrapartida fictícia do filme envolve uma menina, filha de um médico viúvo, que tem uma doença rara que certamente irá matá-la dentro de pouco tempo, mas o pai permite que uma curandeira local faça seus rituais com a menina, o que sempre faz com que esta se sinta melhor.

Pausa. Parece bom o bastante até aqui, certo? Sim, certíssimo.

Então pra que cagar tudo e meter no filme um monte de coisa de bruxarias das mais inverossímeis, com três metaleiros querendo se tornar bruxos e atuando num nível Bambuluá, mistérios misteriosos místicos acontecendo de forma decepcionante, um atrás do outro… enfim, o filme desanda, e a partir daí fica ruim, de verdade.

Então, se possível, sugiro que assistam até a metade. Depois parem e brinquem de imaginar um final melhor para a história.

Em tempo: a melhor e menor crítica que já li (clique)

Anúncios

Marcado:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: