Código 46

Já faz quase dois meses que assisti Código 46, então a memória está um pouco prejudicada, mas ao final do filme minha impressão tinha sido neutra. A ideia era digna, mas a produção fraca e a aparente falta de tesão dos realizadores prejudicou muito o resultado final da obra.

Não me recordo por qual motivo, mas existem combinações genéticas na procriação humana que são proibidas, e quando o casal que protagoniza a história se conhece (ela, uma falsificadora de “passaportes”, e ele, o investigador enviado para prendê-la), acabam se apaixonando mas, por terem os tais genes proibidos, o filho concebido na relação é abortado pela autoridade local junto com as memórias recentes da mulher, que incluem o seu amante.

Com o resto da história se resumindo a uma fuga para poderem viver seu amor, o filme fica desinteressante. E é dessa forma que ele termina, sem chamar muito a atenção e sem ser guardado na memória, tanto que tive que recorrer a sinopses pra lembrar de algumas coisas.

Dispensável.

Anúncios

Marcado:, , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: