Extermínio 2

Ao contrário do primeiro filme, Achei que esta continuação deixou um pouco a desejar em alguns aspectos. Achei muito boa a ideia de mudar o foco da narrativa para outros protagonistas que nada tiveram a ver com o filme de 2002, e até mesmo de mudar a situação em que o filme ocorre. No primeiro filme, ele ocorre todo 28 dias depois da evacuação da Inglaterra. Já nesta continuação, após 28 semanas, com a gradual volta dos habitantes daquele país e a nova contaminação, a ação ocorre toda num ponto que foi suprimido do filme anterior: a (nova) evacuação do país e a luta por sobrevivência dos cidadão sãos que tentam fugir dos infectados.

O problema deste filme é que algumas coisas parecem forçadas demais, como a história toda do gene que faz os olhos de uma pessoa serem de cores diferentes ter relação com a imunidade ao vírus, como se fosse uma coisa corriqueira esta relação ser possível, ou ainda a total falta de interesse dos soldados em impedir as crianças de caminhar pela zona bloqueada da cidade mesmo tendo flagrado-os atravessando a ponte que dividia as duas zonas.

Mas, de longe, o que mais me incomodou foi a perseguição implacável do pai infectado ao filho saudável. Chegou um ponto em que já era possível deduzir: se a criança estava em perigo, não era qualquer infectado que estava ali. Era o pai dela.

Qual o propósito disso tudo? Estabelecer um conflito psicológico nos personagens? Se era isso, o resultado ficou uma merda.

E o gancho para o terceiro filme foi óbvio e desnecessário.

Anúncios

Marcado:, , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: